2005/06/27

Um fim-de-semana diferente


Araucária no Buçaco
É bom, de vez em quando, deixar que entre as preocupações do dia a dia se enxertem dias diferentes. Por isso o último fim-de-semana, prolongado com o feriado de S. João, foi aproveitado para uma dessas pausas, perante paisagens diferentes das habituais. Não totalmente desconhecidas nem muito distantes de Braga – mas diferentes. A começar pelos verdes: apesar de tudo, a seca no Minho parece ser menos gravosa do que no centro do país, onde tudo o que é vegetação mostra que tem sede. Mesmo assim, a mata do Buçaco continua ser refrescante e sobretudo repousante. Dou por mim a pensar que desde que a conheço – mais ou menos desde há cinquenta anos – a paisagem não mudou. As árvores centenárias continuam a viver, imponentes, insensíveis às outras mudanças… E assim continuará a ser.

Quando regresso e abro o correio – 348 mensagens… - levo largos minutos a desembaraçar-me de lixo. E de repente, uma mensagem curta enche-me de alegria. O Luís vai voltar: seja no seu anterior blog, “A destreza das Dúvidas”, seja noutro, resolvidas as contrariedades, regressará. Fazia-nos (sei que posso falar no plural) muita falta. Até por isso, o fim de semana foi diferente!

2 comentários:

Miguel Sousa disse...

recebi essa mensagem com uma dupla alegria: o prazer de o ler e o significado que tem no que diz respeito a ter ultrapassado o que impedia de escrever.

SaltaPocinhas disse...

Espero que o meu mail não tinha sido considerado lixo, snif, snif...