2005/07/31

Os números chave da Educação na Europa – 2005


A rede de informação sobre a educação na União Europeia, Eurydice, criada em 1980, tem como missão disponibilizar dados acerca das políticas educativas dos diferentes Estados das União, bem como dos relativos à sua estrutura e organização, constituindo por isso uma base de dados importante (a Eurybase) que está sempre disponível na Internet. Em cada país existe uma unidade Eurydice (em Portugal sediada no GIASE (ver aqui).

Foi recentemente divulgado, e já está disponível na Net nas versões francesa e inglesa, o documento Os números chave da Educação na Europa – 2005, um documento extenso, de 392 páginas, do qual pode fazer o download aqui.

Tive conhecimento pelos jornais da saída do documento e vou aproveitar o tempo de férias para o ver com atenção. Por isso não vou comentar já o que a imprensa divulgou – prefiro ir à fonte.
Um bom domingo!

2 comentários:

SaltaPocinhas disse...

E eu cá vou ficar à espera da tua análise, mas em português, please!

fr disse...

Eu já fiz uma breve leitura de alguns dos dados apresentados.
Um dos aspectos que me impressionou foi a posição de Portugal no que se refere à utilização de computadores e Internet nas escolas.
Há meia dúzia de anos estávamos relativamente bem colocados, em termos comparativos, devido a alguns programas ambiciosos e inovadores de introdução de computadores e da Internet nas escolas. Estávamos entre os pioneiros.
Passada meia dúzia de anos, voltámos aos lugares do costume, os últimos.
Tudo porque pelo meio houve alguns (i)responsáveis que fizerem tudo para destruir um plano que vinha dando frutos.
E eu pergunto, mais uma vez: será sina? temos que ter sempre políticos que destroem boas políticas?
É que esta situação já se tornou numa tradição com pelo menos 200 anos. E ninguém é responsável por nada. Daqui a uns anos fazem uma estátua a quem quis mudar as coisas, com elogios, mas com os resultados práticos a fazerem juz a quem fez tudo para destruir as boas iniciativas.
Mas que país este!