2006/05/09

O Dia da Europa


Gosto de ser europeu, sinto-me europeu, e apesar do apelo do mar que a tantos de nós seduziu e de algum modo continua a seduzir, eu olhei sempre para o sol nascente mais do que para o ocaso. Por isso sempre me entusiasmou a ideia de uma união dos países da Europa, e acompanho o processo da EU mais do que com curiosidade. Compreendo as reservas de alguns à constituição de uma federação de Estados, mas penso que seria a melhor solução. Tenho consciência que existir um dia da Europa tem ainda pouco significado para a maioria dos europeus, mas não quis deixar de o assinalar aqui: para mim, tem.

2 comentários:

SaltaPocinhas disse...

fui por aí abaixo ler as tuas memórias. Confesso que não gosto muito de ler no computador e se os textos forem grandes fico logo desmotivada. Além disso este template do teu blog tem umas letras minusculas...Por isso fico à espera do livro de memórias para reler tudo com mais calma! E quero um exemplar autografado pelo autor!! Mas mesmo assim li tudo. Também gosto de coimbra e tenho inveja de ti porque nunca vivi noutros lados. Deve ser das experiencias mais enriquecedoras que há, mas da maneira que eu sou apegada aos meus não ia conseguir...Mas admiro quem o faz!Ainda não me disseste se viste o meu quintal!! À ida para Braga ele fica do lado esquerdo mesmo antes de chegares a Aveiro...

Varela de Freitas disse...

Qualquer dia tenho de mudar o template para que possas ler, embora mesmo agora possas aumentar a letra. Realmente, tenho sido um "andarilho" e acho que tens razão, é muito enriquecedor conhecer novas terras e novas pessoas. Quando ao teu quintal, vou prestar atenção na próxima vez que passar por lá. Quanto ao livro de memórias... Quem sabe?